Buscar

Verdade e Amor são os caminhos do Senhor


A liturgia quaresmal nos é dada como tempo para voltar ao essencial, ao Evangelho; oportunidade para mobilizar o coração diante do acontecimento central de nossa fé, a Páscoa. Tempo que provoca uma sacudida em nossa vida, deixando-nos conduzir pelo Espírito.

Quaresma é tempo favorável para ordenar a própria vida na direção do sonho de Deus para toda humanidade. Com a quarta-feira de Cinzas, demos início à Quaresma e somos convidados (as) a entramos em um movimento de discernimento:

De que jejuar e com que saciar-nos esse tempo litúrgico? Mais do que jejuar de alimento e bebida , podemos jejuar de vaidade, soberba, de consumismo, de fazer-nos centro de tudo, de ativismo, de afetos desordenados (internet...), de frieza, de julgamentos...

Tudo aquilo que jejuamos deixa um vazio no nosso interior que só o Amor poderá preencher.

  • As práticas quaresmais não são um evento, mas um modo de proceder que tem ressonância em nossa vida. É tempo de conversão: “o tempo se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho”.

  • Nesse 1º domingo da Quaresma, o evangelho proposto nos convida a perceber como o inimigo tentou seduzir a Jesus e nos tenta no cotidiano da nossa vida. Nesse momento é necessário ter convicção e lucidez para vencer as tentações.

É o tempo propício para vivenciamos o apelo da Campanha da Fraternidade que tem como lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8).

Minha Oração:

Converse com o Senhor sobre as experiências em que tenha sentido mais forte as tentações do inimigo e que tenha resistido por força do Amor de Deus.

Agradeça ao Pai que tanto nos ama.

Procure neste tempo quaresmal anotar os apelos significativos que o Senhor está lhe fazendo. Deixe tempo para ouvir os apelos do Senhor. Manifeste seu desejo de seguir Jesus no caminho rumo à sua Páscoa.


Arquidiocese de Belo Horizonte | Paróquia Santo Antônio Vila Belém

Rua Sidônia, 185 - São Salvador | Belo Horizonte

(31) 3477-6031

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram